10 pequenas cidades europeias

Publicado em 30/01/2017

Os países europeus são famosos por suas cidades ricas em história e beleza. Mas existem pequenos municípios, não tão conhecidos, que chamam atenção por suas paisagens encantadoras. Conheça a seguir a seleção das 10 pequenas cidades europeias que são atraentes devido aos seus fascinantes cenários.

 

1. Colmar (França): Com apenas 66,6 km², Colmar é uma cidadezinha francesa que integra a Rota do Vinho. Apesar de pequena, é uma das maiores cidades da Alsácia, que fica na fronteira entre a França, a Alemanha e a Suíça. As atrações turísticas se localizam no centrinho antigo, que pode ser explorado a pé. Um dos principais pontos turísticos é a Igreja Gótica de San Martin, considerada monumento histórico francês.

 

2. Hallstatt (Áustria): Uma vila pequena, com casinhas rústicas e vista para um lago, cercada por alpes cobertos de neve. Assim é Hallstatt, cidade da região Alta Áustria. Com cerca de 60 km², a região é declarada patrimônio mundial da humanidade pela Unesco. A cidade foi parte fundamental no período da primeira Idade de Ferro e é conhecida pelas suas preciosas minas. Além disso, abriga a mina de sal mais antiga do mundo.

 

3. Bruges (Bélgica): Conhecida como a “Veneza do Norte”, Bruges é uma das principais cidades da Bélgica e já foi considerada a capital europeia da cultura no início dos anos 2000. Dentre os pontos turísticos mais visitados estão a Basílica do Sangue Sagrado (onde acredita-se estar armazenado o sangue de Jesus), o Lago do Amor e a Church of Our Lady, igreja onde fica “Maddonna and Child”, estátua famosa de Maria com o menino Jesus, feita pelo Michelangelo.

 

4. Manarola (Itália): Manarola é um vilarejo da cidade de Riomaggiore, na província de La Spezia, Itália. Ela faz parte das famosas Cinque Terre, sendo a mais antiga da região, criada em 1338. O vilarejo apresenta um belo visual, com suas casas coloridas na beira de penhascos à beira-mar. O caminho entre Manarola e Riomaggiore é repleto de rochedos e uma vista imbatível em noites de lua cheia.

 

5. Reine (Noruega): Reine é uma vila de pescadores localizada na ilha de Moskenesøya no arquipélago de Lofoten, acima do Círculo Polar Ártico. A orla das ilhas Lofoten é pintada por charmosas cabanas vermelhas de pescadores e por torres de granito, marca registrada do local. Quem visitar a ilha pode explorar praias desertas, fiordes escondidos, áreas verdes e virgens que existem por trás de cada pico pontiagudo.

 

6. Ittoqqortoormiit (Groenlândia): O nome é grande, mas a cidade é pequena, com menos de 600 habitantes, no leste da Groelândia. Ittoqqortoormiit significa “casa grande” e a cidade é conhecida pela famosa vida selvagem com ursos polares e baleias. O cenário da cidade é encantador e tem o contraste de casas de madeira azuis, amarelas e vermelhas.

 

7. Portree (Escócia): Com 10 mil habitantes, a Ilha de Skye é uma das maiores da Escócia. A capital, Portree, reserva belas paisagens e uma ótima estrutura de hotéis e restaurantes para hospedagem. Com cenário cinematográfico (a cidade já foi registrada nos filmes de Harry Potter), o principal ponto turístico de Portree é o porto, rodeado de falésias e construções históricas.

 

8. Heidelberg (Alemanha): Situada no vale do rio Neckar, a cidade é destino quase certo para quem quer fazer um passeio mais romântico pela Europa. Construída na Idade Média, Heidelberg guarda muitas construções antigas, pontes e castelos. Além desses pontos turísticos clássicos, é lá que se encontra o maior barril do mundo, com mais de oito metros de altura! A cidade também é uma ótima pedida para o turismo cultural.

 

9. Cesky Krumlov (República Tcheca): Localizada no sul da República Tcheca, Cesky Krumlov tem 15 mil habitantes nos seus 22 km² de área e apresenta casas com arquitetura medieval gótica, renascentista e barroca, com destaque para o teatro do castelo, integralmente conservado sem nenhum tipo de reconstrução. A cidade ainda conta com o rio Vltava, que circunda o centro, além de chalés e campos coloridos.

 

10. Alkmaar (Holanda): Pertinho de Amsterdam, Alkmaar é uma ótima opção para quem deseja fugir dos grandes centros e da multidão de turistas. Conhecida como a cidade do queijo, um dos principais pontos turísticos é o Mercado do Queijo, com apresentação típica holandesa para os turistas. A cidade também possui um belo centro antigo, com muitos monumentos históricos e museus famosos como o Museu da Cerveja e dos Beatles.

© Copyright Em Foco Turismo. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por SITEFOX